Baterias de No-Breaks – Importância da verificação de seu real estado de funcionamento

O uso de equipamento de proteção de energia, o No-Break é item obrigatório quando lidamos com equipamentos eletrônico e de informática.

O no-break proporciona proteção para seus equipamentos contra a falta de energia elétrica, alimentando osequipamentos através de suas baterias internas, bem como proporcionando proteção contra outros problemas, tais como variações da rede elétrica, picos de tensões, surtos e outros.

De modo a que possa alimentar o computador ou equipamento a ele conectado, o no-break utiliza baterias internas para esta finalidade.

Estas baterias, recarregáveis, possuem tempo de via estimado pelo fabricante, devendo ser periodicamente verificadas.

Ao longo do tempo sua capacidade de armazenamento diminui, diminuindo o tempo de autonomia do no-break em caso de falta de energia.

No-breaks adquiridos para tempo de autonomia de 1 ou mais horas, poderão ter seu tempo de autonomia reduzido para a casa dos minutos, devido as baterias esgotadas e sem condições de carga total.

Em alguns casos, quando a bateria chega ao seu final de tempo de vida útil, a falta de energia elétrica ocasionará o desligamento automático do no-break.

A verificação do estado da bateria do no-break deve ser realizada periodicamente, por empresa capacitada, com equipamentos de medições apropriados para avaliar o real estado de funcionamento das baterias.

A simples verificação do valor da tensão da bateria, normalmente 12Volts, não é suficiente, pois esta poderá apresentar tensão de saída de 12Volts, caindo este valor quando a bateria é solicitada por uma carga.

Nas fotos abaixo realizei medição em uma bateria que já esgotou sua capacidade de carga. A medição com a bateria em aberto, sem carga, mostra sua tensão de saída em 12,8Volts. Quando conectamos uma pequena carga, sua tensão de saída cai para 1,31 Volts.

Baterias com capacidade reduzida de carga, mas ainda em condições de uso podem ocasional a redução drástica do tempo de autonomia do no-break em caso de falta de energia. Nestes casos, o tempo em que o no-break alimentará os equipamentos a ele conectados será reduzido, podendo ocasionar problemas para o usuário.

Para no-breaks de uso pessoal, de pequeno porte a verificação inicial pode ser  realizada pelo próprio usuário. Periodicamente desligue o no-break da rede elétrica e verifique o tempo de autonomia do no-break. Se este tempo estiver reduzido, hora de trocar as baterias.

Outra verificação é normalmente realizada pelo próprio no-break, quando ele é ligado. Auto teste é realizado, porém sem grandes precisões.

Se o no-break indica a necessidade da troca de suas baterias, não espere ele parar de funcionar, troque-as o mais rápido possível.

Baterias podem apresentar problemas internos, não tão fáceis de serem detectados, a menos que realizemos medições de parâmetros internosda bateria.

Um parâmetro de extrema importância a ser verificado é o valor da  Resistência Interna da bateria, valor medido na unidade   .

Uma bateria com o valor de sua resistência interna fora das especificações do fabricante, certamente apresentará problemas sérios em curto espaço de tempo, comprometendo então o funcionamento do no-break.

Imaginemos também um banco de baterias, com 8 unidades de baterias conectadas entre si, 2 delas com problemas internos. Estas duas unidades com problemas internos estará comprometendo as outras 6 unidades. Certamente o usuário não terá condições de realizar esta medição em sua empresa.

Na imagem abaixo realizamos medição em bateria que apresentou sua resistência interna com valor extremamente alto, demonstrando problemas na bateria e necessidade imediata de troca. Esta bateria, com a simples medição de sua tensão de saída mostrava capacidade falsa de funcionamento.

Muitos  usuários só dão conta da necessidade de verificar e trocar as baterias internas do no-break, quando este para de funcionar ou apresenta falhas.

Normalmente isto ocorre nos momentos mais impróprios quando  mais necessitados do computador ou equipamento conectado ao no-break. Já tive cliente ligando para meu celular em um domingo, perguntando se poderíamos fornecer baterias naquele dia.

Aqui estão minhas sugestões:

Periodicamente realize a verificação do real estado das baterias do no-break.

Existindo indicação da necessidade de troca, não espere o problema  agravar, troque imediatamente as baterias.

Utilize baterias de primeira linha e boa qualidade. Cuidado com as baterias de segunda linha e  baterias com preços muito baixos. Já presenciei baterias de péssima qualidade e até mesmo recicladas sendo vendidas como novas e de alta qualidade.

(Assine nossos blogs e os receba por e-mail)

……………………………………………………………….
Arnaldo Mefano
Professor / Pesquisador Universidade Estácio de Sá
|
Computer Solutions
Especialistas em Tecnologia de Proteção em Energia Elétrica / Eficiência Energética
|
Outras publicações do Mefano:
Boletim de Dicas do Arnaldo Mefano

%d blogueiros gostam disto: