Archive for the ‘baterias’ Category

Baterias de No-Breaks – Importância da verificação de seu real estado de funcionamento

outubro 30, 2012

O uso de equipamento de proteção de energia, o No-Break é item obrigatório quando lidamos com equipamentos eletrônico e de informática.

O no-break proporciona proteção para seus equipamentos contra a falta de energia elétrica, alimentando osequipamentos através de suas baterias internas, bem como proporcionando proteção contra outros problemas, tais como variações da rede elétrica, picos de tensões, surtos e outros.

De modo a que possa alimentar o computador ou equipamento a ele conectado, o no-break utiliza baterias internas para esta finalidade.

Estas baterias, recarregáveis, possuem tempo de via estimado pelo fabricante, devendo ser periodicamente verificadas.

Ao longo do tempo sua capacidade de armazenamento diminui, diminuindo o tempo de autonomia do no-break em caso de falta de energia.

No-breaks adquiridos para tempo de autonomia de 1 ou mais horas, poderão ter seu tempo de autonomia reduzido para a casa dos minutos, devido as baterias esgotadas e sem condições de carga total.

Em alguns casos, quando a bateria chega ao seu final de tempo de vida útil, a falta de energia elétrica ocasionará o desligamento automático do no-break.

A verificação do estado da bateria do no-break deve ser realizada periodicamente, por empresa capacitada, com equipamentos de medições apropriados para avaliar o real estado de funcionamento das baterias.

A simples verificação do valor da tensão da bateria, normalmente 12Volts, não é suficiente, pois esta poderá apresentar tensão de saída de 12Volts, caindo este valor quando a bateria é solicitada por uma carga.

Nas fotos abaixo realizei medição em uma bateria que já esgotou sua capacidade de carga. A medição com a bateria em aberto, sem carga, mostra sua tensão de saída em 12,8Volts. Quando conectamos uma pequena carga, sua tensão de saída cai para 1,31 Volts.

Baterias com capacidade reduzida de carga, mas ainda em condições de uso podem ocasional a redução drástica do tempo de autonomia do no-break em caso de falta de energia. Nestes casos, o tempo em que o no-break alimentará os equipamentos a ele conectados será reduzido, podendo ocasionar problemas para o usuário.

Para no-breaks de uso pessoal, de pequeno porte a verificação inicial pode ser  realizada pelo próprio usuário. Periodicamente desligue o no-break da rede elétrica e verifique o tempo de autonomia do no-break. Se este tempo estiver reduzido, hora de trocar as baterias.

Outra verificação é normalmente realizada pelo próprio no-break, quando ele é ligado. Auto teste é realizado, porém sem grandes precisões.

Se o no-break indica a necessidade da troca de suas baterias, não espere ele parar de funcionar, troque-as o mais rápido possível.

Baterias podem apresentar problemas internos, não tão fáceis de serem detectados, a menos que realizemos medições de parâmetros internosda bateria.

Um parâmetro de extrema importância a ser verificado é o valor da  Resistência Interna da bateria, valor medido na unidade   .

Uma bateria com o valor de sua resistência interna fora das especificações do fabricante, certamente apresentará problemas sérios em curto espaço de tempo, comprometendo então o funcionamento do no-break.

Imaginemos também um banco de baterias, com 8 unidades de baterias conectadas entre si, 2 delas com problemas internos. Estas duas unidades com problemas internos estará comprometendo as outras 6 unidades. Certamente o usuário não terá condições de realizar esta medição em sua empresa.

Na imagem abaixo realizamos medição em bateria que apresentou sua resistência interna com valor extremamente alto, demonstrando problemas na bateria e necessidade imediata de troca. Esta bateria, com a simples medição de sua tensão de saída mostrava capacidade falsa de funcionamento.

Muitos  usuários só dão conta da necessidade de verificar e trocar as baterias internas do no-break, quando este para de funcionar ou apresenta falhas.

Normalmente isto ocorre nos momentos mais impróprios quando  mais necessitados do computador ou equipamento conectado ao no-break. Já tive cliente ligando para meu celular em um domingo, perguntando se poderíamos fornecer baterias naquele dia.

Aqui estão minhas sugestões:

Periodicamente realize a verificação do real estado das baterias do no-break.

Existindo indicação da necessidade de troca, não espere o problema  agravar, troque imediatamente as baterias.

Utilize baterias de primeira linha e boa qualidade. Cuidado com as baterias de segunda linha e  baterias com preços muito baixos. Já presenciei baterias de péssima qualidade e até mesmo recicladas sendo vendidas como novas e de alta qualidade.

(Assine nossos blogs e os receba por e-mail)

……………………………………………………………….
Arnaldo Mefano
Professor / Pesquisador Universidade Estácio de Sá
|
Computer Solutions
Especialistas em Tecnologia de Proteção em Energia Elétrica / Eficiência Energética
|
Outras publicações do Mefano:
Boletim de Dicas do Arnaldo Mefano
Anúncios

Seu No-Break está com as baterias boas?

dezembro 5, 2011

O fim de ano chegou e está na hora de realizarmos as verificações de costume em nossos equipamentos, para não termos surpresas futuras.

Por falar em verificar, você tem verificado as baterias de seu no-break?

Publiquei este artigo no início deste ano, e aqui está ele novamente, atualizado.

Há quanto tempo você não verifica as baterias de seu no-break?

Grande parte dos usuários de computadores só dão conta da necessidade de verificar e trocar as baterias de seu no-break, quando este para de funcionar, deixando-os na mão.

Normalmente isto ocorre nos momentos que mais necessitados do computador e aí, é aquele desespero. Já tive cliente ligando para meu celular em um domingo, pedido para eu abrir a empresa e fornecer uma bateria.

Devemos nos lembrar que o no-break é equipamento de proteção não só para computadores, mas também para equipamentos eletrônicos sensíveis aos problemas da rede elétrica.

Pessoalmente utilizo no-break para proteger meus computadores de mesa, notebooks, carregadores de tablet e celulares. Minha televisão principal, de Plasma e 50” também é protegida por um no-break.

Tão importante quanto a proteção do equipamento, é sabermos o tipo correto de nmo-break que devemos utilizar. No artigo que escrevi e publiquei em meu site (http://www.csolutions.com.br/mundoinf/estab.htm) você encontrará muitas informações sobre o assunto.

A foto que mostro acima  é de um conjunto de baterias que retirei de um no-break que havia parado de funcionar.

O interessante: o no-break alertava para a necessidade da troca de suas baterias, fato desprezado pelo proprietário do equipamento durante semanas.

Como regra, independente de existir ou não indicação ou alerta da necessidade de troca das baterias de meus no-break, recomendo  a troca das baterias de um no-break a cada 2 anos, garantindo assim seu  correto funcionamento.

Periodicamente realize também teste de verificação do estado das baterias. Se possível, realize uma inspeção visual de modo a verificar possíveis problemas.

Realize também o teste da falta de energia, retirando o no-break da tomada e verificando se ele continua a fornecer energia em suas saídas. De modo a não correr riscos de ter seu computador desligado de forma imprópria durante este teste, ligue no no-break apenas uma lâmpada incandescente de 60 ou 100Watts na saída do no-break durante esta fase de verificação.

(Assine nossos blogs e os receba por e-mail)

……………………………………………………………….
Arnaldo Mefano
Computer Solutions
Professor / Pesquisador Universidade Estácio de Sá
Outras publicações do Mefano:
Boletim de Dicas do Arnaldo Mefano
Blog do Mefano

Siga nosso Twitter Nosso FaceBook Nosso LinkEdin

A tecnologia dos equipamentos digitais avança, porém a tecnologia de suas baterias, nem tanto

novembro 30, 2011

Atualmente com a necessidade do acesso as informações a qualquer momento, o uso de equipamentos portáteis se tornou um ponto de primeira necessidade.

Sempre carregamos nossos celulares conosco, não tanto pela necessidade de realizarmos ligações telefônicas, mas sim pela necessidade do acesso aos dados e informações.

Tablets se tornaram populares, pois são de pequenas dimensões e bem mais leves se comparados aos notebooks.

A todo momento, em qualquer lugar, sempre notamos alguém com seu celular na mãos, acessando suas informações. Dentro de elevadores, andando na rua, em restaurantes, etc, etc….

A tecnologia deste tipos de equipamentos avançou bastante, permitindo que os equipamentos tenham dimensões pequenas, podendo ser facilmente guardado dentro do bolso.

O grande problema passou a ser suas baterias.

O tempo de autonomia das baterias passou a não atender mais as necessidades dos usuários. Com diversos aplicativos instalados em seus celulares, que acessam a internet e dados em todos  momentos, o tempo de duração das baterias passou a ser pequeno, se comparado com nossas necessidades.

Como exemplo posso citar meu IPhone, normalmente realizo a carga de sua bateria 1 vez por dia. Se vou sair e ficar lonogo tempo fora da residência ou escritório, logo verifico a carga da bateria, e se esta estiver perto dos 50% realizo sua recarga. Em casos de necessidade, poderei precisar utilizar o telefone,  por longos períodos, o que causará a queda rápida da carga da bateria.

Há pouco tempo, após ministrar minhas aulas na universidade, 23:00h, cheguei ao meu carro e este não ligou. Bateria descarregada. Na verdade, ela entrou em curto.

Já no final de meu dia de trabalho, celular com pouca carga, tentei telefonar para o meu serviço de suporte.Logo o celular indicou que a bateria estava no final de carga e não seria possível continuar. Para minha sorte, tenho um outro celular da empresa, este um BlackBerry com poucos aplicativos instalados, e foi ele quem me salvou.

O fato não é relacionado ao BlackBerry ter uma bateria com carga superior ao Iphone e sim o fato de eu utilizar o IPhone e seus aplicativos a todo momento.

Conversando com diversos amigos e verificando fóruns e blogs, verifico que o nível de reclamações é bem grande.

Na verdade, se necessitamos de um “super” celular, quase um computador, para acesso Internet e aplicativos, devemos nos acostumar com a pequena duração de sua bateria.

Muitos usuários ficam impressionados com a versatilidade dos novos modelos de celulares e suas funções avançadas, se esquecendo de verificar qual a duração da bateria  informada pelo fabricante. Verifique também esta informações nos blogs de outros usuários.

Outros usuários configuram seu celular para ficar acessando a Internet a todo momento, atualizando inclusive sua localização física (GPS ligado), muitas vezes sem necessidade.

De modo a minimizar este tipo de problema, alguns procedimentos podem ser adotados.

>>Estando fora do local onde você acessa redes suas redes sem fio, desabilite o recurso Wi-Fi.

O mesmo vale para redes Bluetooth

>>Quando instalamos aplicativos,o sistema nos pergunta se queremos habilitar a função PUSH. Isto significa que o aplicativo ficará automaticamente atualizando seus dados.

Na grande maioria dos aplicativos, este recurso não será importante para você. Desabilite-o.

>>Ao instalar um novo aplicativo, verifique as opiniões dos usuários que já o utilizam.

>>Desinstale os aplicativos que você não utiliza.

>>A rede 3G é utilizada para o acesso a dados. Em condições onde você necessitará de longa duração da bateria, deixe o recurso 3G desabilitado. Estando o celular em modo Edge (E) ele continuará a acessar dados, porém de forma bem mais lenta.

Passando este período de necessidade, habilite o 3G novamente.

>>Verifique como está o ajuste do brilho da tela. Normalmente colocando-o em 50% será o suficiente para boa visualização.

Com nunca saberemos em quais momento teremos a necessidade de uso “pesado” do celular, tenha sempre em mãos um carregador extra. Mantenho sempre em meu carro um carregador, que já me salvou por diversas vezes.

(Assine nossos blogs e os receba por e-mail)

……………………………………………………………….
Arnaldo Mefano
Computer Solutions
Professor / Pesquisador Universidade Estácio de Sá
Outras publicações do Mefano:
Boletim de Dicas do Arnaldo Mefano
Blog do Mefano

Siga nosso Twitter Nosso FaceBook Nosso LinkEdin

Verificando as baterias do No-Break

dezembro 28, 2010

Há quanto tempo você não verifica as baterias de seu no-break?

Grande parte dos usuários de computadores só dão conta da necessidade de verificar e trocar as baterias de seu no-break, quando este para de funcionar, deixando-os na mão.

Normalmente isto ocorre nos momentos que mais necessitados do computador e aí, é aquele desespero. Já tive cliente ligando para meu celular em um domingo, pedido para eu abrir a empresa e fornecer uma bateria.

A foto que mostro ao lado é de um conjunto de baterias que retirei de um no-break que havia parado de funcionar. Paralelamente, o servidor a ele ligado também não pode mais ser ligado até que a troca da bateria estivesse concluída.

O interessante é que, neste caso, o no-break alertava para a necessidade da troca de suas baterias, fato desprezado pelo proprietário do equipamento durante semanas.

Como regra, independente de existir ou não indicação ou alerta da necessidade de troca das baterias de meus no-break, realizo a troca a cada 2 anos, garantindo assim o correto funcionamento do no-break.

Um outro ponto importante é sobre a qualidade das baterias. Cuidado com as marcas de segunda categoria, compre apenas baterias de primeirla linha, que normalmente possuem 01 ano de garantia.

(Assine nossos blogs e os receba por e-mail)

……………………………………………………………….
Arnaldo Mefano
Computer Solutions
Professor / Pesquisador Universidade Estácio de Sá
 
Outras publicações do Mefano:
 
Boletim de Dicas do Arnaldo Mefano
Blog do Mefano

Siga nosso Twitter
Nosso FaceBook
Nosso LinkEdin

Como testar as baterias de seu no-break ?

abril 5, 2010

Esta é a pergunta que sempre me fazem: Arnaldo, como posso verificar se as baterias de meu no-break estão boas ou já em sua hora de troca?

Apesar dos bons no-break possuirem indicador da hora da troca de suas baterias, sempre recomendo não epserar por este momento, pois poderá ocorrer em um fim de semana, em momento de necessidade de uso do computador etc.

Testar uma bateria de no-break é fácil, mas não para o usuário final, que nem sempre possui as ferramentas, cargas  e medidores apropriados para a realização do teste.

Um método que costumo indicar, principalmente para os no-break de baixa capacidade, digamos os de 350VA, 600VA, 1200VA e 1500VA é através da ajuda de um abajur, com uma lâmpada de 100Watts. Note que a lâmpada deve ser do tipo incandescente e não fluorescente, já que a lâmpada fará o papel de uma carga resistiva que irá consumir 100Watts.

O processo é simples:

Desconecte todos os equipamentos que são alimentados pelo no-break.

Conecte apenas o abajur com a lâmpada de 100Watts.

Antes de ligar o no-break, verifique no site do fabricante qual o tempo de autonomia de seu  no-break com carga de 100Watts.

Nesta imagem , retirada do site da APC, podemos ver a curva que mostra o tempo de autonomia x carga consumida. Assim, para a carga de 100Watts, no modelo de no-break APC BR1500 teremos o tempo de autonomia de aproximadamente 60 minutos.

Tendo certeza de que as baterias do no-break estão totalmente carregadas, ligue o no-break e desconecte o fio de alimentação que liga o no-break na rede elétrica.

Considere variação de 20% no tempo e verifique se o no-break segurou a carga (lâmpada acesa) pelo espaço de tempo esperado.

Se o tempo for muito menor do que o esperado, realize a troca das baterias do no-break, assim você não será pego de surpresa no caso de falta de energia elétrica.

Procure sempre utilizar baterias originais ou marcas recomendadas pelo fabricante de seu no-break. Cuidado com as baterias de segunda linha.

(Assine nossos blogs e os receba por e-mail)

……………………………………………………………….
Arnaldo Mefano
Computer Solutions
Professor / Pesquisador Universidade Estácio de Sá
 
Outras publicações do Mefano:
 
Boletim de Dicas do Arnaldo Mefano
Blog do Mefano

Siga nosso Twitter
Nosso FaceBook