A tecnologia dos equipamentos digitais avança, porém a tecnologia de suas baterias, nem tanto

novembro 30, 2011

Atualmente com a necessidade do acesso as informações a qualquer momento, o uso de equipamentos portáteis se tornou um ponto de primeira necessidade.

Sempre carregamos nossos celulares conosco, não tanto pela necessidade de realizarmos ligações telefônicas, mas sim pela necessidade do acesso aos dados e informações.

Tablets se tornaram populares, pois são de pequenas dimensões e bem mais leves se comparados aos notebooks.

A todo momento, em qualquer lugar, sempre notamos alguém com seu celular na mãos, acessando suas informações. Dentro de elevadores, andando na rua, em restaurantes, etc, etc….

A tecnologia deste tipos de equipamentos avançou bastante, permitindo que os equipamentos tenham dimensões pequenas, podendo ser facilmente guardado dentro do bolso.

O grande problema passou a ser suas baterias.

O tempo de autonomia das baterias passou a não atender mais as necessidades dos usuários. Com diversos aplicativos instalados em seus celulares, que acessam a internet e dados em todos  momentos, o tempo de duração das baterias passou a ser pequeno, se comparado com nossas necessidades.

Como exemplo posso citar meu IPhone, normalmente realizo a carga de sua bateria 1 vez por dia. Se vou sair e ficar lonogo tempo fora da residência ou escritório, logo verifico a carga da bateria, e se esta estiver perto dos 50% realizo sua recarga. Em casos de necessidade, poderei precisar utilizar o telefone,  por longos períodos, o que causará a queda rápida da carga da bateria.

Há pouco tempo, após ministrar minhas aulas na universidade, 23:00h, cheguei ao meu carro e este não ligou. Bateria descarregada. Na verdade, ela entrou em curto.

Já no final de meu dia de trabalho, celular com pouca carga, tentei telefonar para o meu serviço de suporte.Logo o celular indicou que a bateria estava no final de carga e não seria possível continuar. Para minha sorte, tenho um outro celular da empresa, este um BlackBerry com poucos aplicativos instalados, e foi ele quem me salvou.

O fato não é relacionado ao BlackBerry ter uma bateria com carga superior ao Iphone e sim o fato de eu utilizar o IPhone e seus aplicativos a todo momento.

Conversando com diversos amigos e verificando fóruns e blogs, verifico que o nível de reclamações é bem grande.

Na verdade, se necessitamos de um “super” celular, quase um computador, para acesso Internet e aplicativos, devemos nos acostumar com a pequena duração de sua bateria.

Muitos usuários ficam impressionados com a versatilidade dos novos modelos de celulares e suas funções avançadas, se esquecendo de verificar qual a duração da bateria  informada pelo fabricante. Verifique também esta informações nos blogs de outros usuários.

Outros usuários configuram seu celular para ficar acessando a Internet a todo momento, atualizando inclusive sua localização física (GPS ligado), muitas vezes sem necessidade.

De modo a minimizar este tipo de problema, alguns procedimentos podem ser adotados.

>>Estando fora do local onde você acessa redes suas redes sem fio, desabilite o recurso Wi-Fi.

O mesmo vale para redes Bluetooth

>>Quando instalamos aplicativos,o sistema nos pergunta se queremos habilitar a função PUSH. Isto significa que o aplicativo ficará automaticamente atualizando seus dados.

Na grande maioria dos aplicativos, este recurso não será importante para você. Desabilite-o.

>>Ao instalar um novo aplicativo, verifique as opiniões dos usuários que já o utilizam.

>>Desinstale os aplicativos que você não utiliza.

>>A rede 3G é utilizada para o acesso a dados. Em condições onde você necessitará de longa duração da bateria, deixe o recurso 3G desabilitado. Estando o celular em modo Edge (E) ele continuará a acessar dados, porém de forma bem mais lenta.

Passando este período de necessidade, habilite o 3G novamente.

>>Verifique como está o ajuste do brilho da tela. Normalmente colocando-o em 50% será o suficiente para boa visualização.

Com nunca saberemos em quais momento teremos a necessidade de uso “pesado” do celular, tenha sempre em mãos um carregador extra. Mantenho sempre em meu carro um carregador, que já me salvou por diversas vezes.

(Assine nossos blogs e os receba por e-mail)

……………………………………………………………….
Arnaldo Mefano
Computer Solutions
Professor / Pesquisador Universidade Estácio de Sá
Outras publicações do Mefano:
Boletim de Dicas do Arnaldo Mefano
Blog do Mefano

Siga nosso Twitter Nosso FaceBook Nosso LinkEdin

Cópias de segurança das informações importantes – tenha sempre uma alternativa

novembro 27, 2011

Você conhece o ditado: não coloque todos os ovos em uma mesma cesta?

O mesmo é válido quando lidamos com cópias de segurança das informações que possuimos em meios digitais, em nosso computador e outros locais.

Com o aparecimento da computação nas núvens, recurso que utilizo por aqui para realizar cópias de segurança de minhas informações, muitos usuários passaram a utiliar apenas este recurso, não realizando mais cópias de segurança em outros locais.

Apesar dos procedimentos de segurança utilizados pelas empresas que oferecem este recurso (Cloud Computing) , devemos sempre ter uma outra  alternativa a nosso favor, caso este seviço apresente alguma falha.

Eu, por exemplo, utilizo o DropBox há longo  tempo, sem nunca ter tido algum problema com ele.

Apesar de toda a segurança oferecida pelo DropBox, regularmente realizo uma cópia do conteúdo de minhas informações para uma unidade de disco rígido externa, que mantenho em local seguro.

Um ponto que devemos sempre analisar é qual será o impacto da perda das informações que guardamos em nossas cópias de segurança. Se existe impacto no caso da perda destas informações, devemos nos preocupar com elas.

Segurança perfeita não existe, e este fato deve sempre ser lembrado. Problemas acontecem, sendo este o outro ponto também importante a ser lembrado. Infelizmente muitos usuários não dão a devida importância para estes pontos, só se lembrando quando algum problema já ocorre, tendo comprometido suas informações importantes.

Por exemplo, o número de clientes que conheço que já perderam coleções de fotos guardadas  há  vários anos é bem grande. Esqueceram que fotos que guardam momentos especiais, se  perdidas, nunca mais serão recuperadas.

Aqui estão  alguns pontos interessantes a serem considerados:

. Você já classificou quais são as informações importantes que não podem ser perdidas?

.Você já verificou se as informações que você classificou como importantes estão copiadas em um local seguro e de fácil  acesso?

.Em caso de problemas com o local onde a cópia de segurança foi realizada, existe uma segunda alternativa de onde estas informações poderão ser recuperadas?

.Você atualiza periodicamente suas cópias de segurança?

E não se esqueça do ditado: nunca coloque todos os ovos em uma mesma cesta.

(Assine nossos blogs e os receba por e-mail)

……………………………………………………………….
Arnaldo Mefano
Computer Solutions
Professor / Pesquisador Universidade Estácio de Sá
Outras publicações do Mefano:
Boletim de Dicas do Arnaldo Mefano
Blog do Mefano

Siga nosso Twitter Nosso FaceBook Nosso LinkEdin

 

Tecnologias e os tempos modernos

junho 28, 2011

Nos dias de hoje, ficarmos sem internet e sem conexão com o celular passou a ser um fato não mais aceito por nós, usuários de tecnologias.

Passamos a utilizar os recursos da computação nas nuvens, onde temos acesso aos nossos arquivos, contas de e-mail e praticamente qualquer informação, bastando para isto uma simples conexão internet ou a um serviço de dados.

Hoje mesmo necessitei da cópia de um exame médico que não estava fisicamente comigo. A solução foi simples, pois passei a digitalizar as informações que considero importantes. Do celular, acessei meus arquivos digitalizados e lá estava o exame disponível para minha leitura.

Nossa dependência com a  tecnologia aumenta a cada dia (ainda bem) aumentando em muito nossa produtividade. O grande problema, que muitas pessoas não percebem, é que a tecnologia que garantirá nossos acessos a estas informações não possuem o grau de disponibilidade esperado e muitas vezes , da qualidade necessária para garantirmos este tipo de acessos.

Por exemplo, conseguirmos a disponibilidade de uma rede Wi-Fi gratuita e liberada para uso público  não é tarefa fácil.

Os serviços de internet pagos nem sempre garantem a qualidade e disponibilidade do serviço no esquema 24 horas por dia, 7 dias por semana. A queda de sinal ou mesmo performance é comum neste tipo de serviços.

Considerando as redes de dados das operadoras de celulares, também não temos garantia de qualidade e disponibilidade durante todos os momentos, mesmo nos grandes centros.

Conforme costumo dizer, não existe a melhor operadora de celular ou provedor Internet. Existe sim aquela que está boa no momento.

Nesta semana, ao sair do Rio de Janeiro e ir para Mangaratiba, fui surpreendido pela total falta de serviço de minha operadora principal de celular. Minha sorte é que possuo conta em outra operadora, o que permitiu que eu e minha família não ficassemos ilhados e sem comunicação. quanto ao acesso a dados, o tablet que possui acesso por rede 3G de outra operadora garantui meu acesso.

Em minha residência, localizada no bairro da Barra da Tijuca, tenho sinal de minha operadora de celular com baixa intensidade, principalmente quando estou no modo 3G para comunicação de dados.

Conforme voces notaram, problemas ocorrem e acredito, nunca ficaremos livres deles.

O que fazer então?

Aqui estão minhas indicações e conselhos.

Primeiro: use e continue usando a tecnologia a ser favor. aproveite seus recursos e facilidades utilizando-a em sua plenitude

Tenha sempre uma segunda alternativa, caso seu acesso principal negue serviço. Se você depende da tecnologia, esta será uma solução inteligente.

Problemas acontecem e passe a não ser preocupar sempre que eles ocorrerem. Relaxe e curta a vida. a tecnologia está aqui para nos ajudar, mas momentos sem ela são também úteis. Aproveite-os.

Sempre que um problema ocorrer, reporte ao prestador de serviço e abra um chamado. Este procedimento será importante, até mesmo para que a empresa melhore seus serviços.

Mantenha seus equipamentos e programas sempre atualizados. Este procedimento garantiará o seu perfeito funcionamento bem como sua segurança.

E por falar em segurança, preste sempre muita atenção nos fatores que poderão comprometê-la. Fique atualizado, leia sobre o assunto.

(Assine nossos blogs e os receba por e-mail)

……………………………………………………………….
Arnaldo Mefano
Computer Solutions
Professor / Pesquisador Universidade Estácio de Sá
Outras publicações do Mefano:
Boletim de Dicas do Arnaldo Mefano
Blog do Mefano

Siga nosso Twitter
Nosso FaceBook
Nosso LinkEdin

 

 

Computadores ligados 24 horas por dia

maio 21, 2011

Você desliga seus computadores durante a noite ou quando não os utiliza?

Nos dias de hoje, quando falo em computador, já não estou me referindo apenas ao computador de mesa e sim aos smatphones, tablets e outros meios de acesso a dados

O computadore de mesa, caso vocês tenham notado, está cada vez menos utilizado, frente as facilidades de acesso a Internet que temos atualmente em mãos.

Algumas vezes, realmente necessitamos realizar tarefas que necessitam grande capacidade de processamento, tais como  desenvolvimento de bancos de dados, geração de artigos completos e mais pesados entre outros.

Se pararmos para verificar, notaremos que na grande parte das vezes que ligamos o computador, o fazemos para o acesso aos nossos e-mails, redes sociais e para navegarmos pela Internet.

Eu mesmo, nos fins de semana e na parte da noite, quando estou fora da empresa, praticamente não ligo mais meu notebook. Utilizo meu Tablet e meu celular para o acesso as estas informações.

Falando em smartphones e tablet, passei a não desliga-los. Ficam on-line, 24 horas por dia. Afinal de contas, porque desligá-los?

Nos dias de hoje utilizo 2 smartphones (IPhone e BlackBerry) um para minha “vida particular” e outro para minha vida profissional e um Tablet (Motorola Xoom) que passaram a ficar ligados 24 horas por dia. O único porém é que coloco os telefones em vibração na parte da noite, afinal de contas, será que alguém tentará me ligar durante a madrugada, podendo ser até alguma ligação por engano?

Logo pela manhá passo estes dispositivos aos seus modos “normais” de operação.

Outra grande vantagem de estarmos sempre utilizando nossos computadores é que os mesmos estarão sempre atualizados, no ponto de vista de seus programas e aplicativos. Veja meu artigo Ligando o computador periodicamente – uma necessidade.

Será que a tendência será a utilização apenas dos sistemas portáteis tipo Tablets e Smartphones?

Certamente que não. Muitas atividades requerem grande capacidade de processamento, capacidades estas não alcançadas pelos dispositivos portáteis. Afinal de contas, está não é sua finalidade.

Quando realizo processamentos e simulações matemáticas para minhas pesquisas tecnológicas, até mesmo meu notebook fica um pouco lento. Aplicativos do tipo MathCad que rodo  frequentemente e outros do gênero não foram concebidos para seu uso em equipamentos com reduzida capacidade de processamento. Outros exemplo:  gerações gráficas tipo Photoshop, Autocad e outros também requerem grandes capacidades de processamento  e memória.

Voltando ao tema deste artigo, trocando informações com usuários, alguns me reportam que só ligam seus celulares na hora que necessitam utilizá-los. Perguntei o porque desta decisão: para não gastar bateria…..Sem comentário….

Outros possuem dispositivos portáteis, mas quase não os utilizam por estarem “acostumados” ao uso dos computadores de mesa.

Aproveitem as facilidades que os dispositivos portáteis proporcionam, não que necessitemos estar acessando nossas informações 24 horas por dias, mas sim podermos contar com esta facilidade em qualquer momento, em todas as nossa necessidades.

Quanto a desligar os dispositivos portáteis durante a noite ou quando não estão em uso, não vejo mais esta necessidade, sendo apenas uma questão de costume e hábito.

(Assine nossos blogs e os receba por e-mail)

……………………………………………………………….
Arnaldo Mefano
Computer Solutions
Professor / Pesquisador Universidade Estácio de Sá
Outras publicações do Mefano:
Boletim de Dicas do Arnaldo Mefano
Blog do Mefano

Siga nosso Twitter
Nosso FaceBook
Nosso LinkEdin

O Preço da Tecnologia – Investir ou não?

maio 15, 2011

Nos tempos atuais, a velocidade de lançamento de novos modelos de equipamentos no mercado é surpreendente.

Mal compramos um novo celular, por exemplo, e logo ele estará obsoleto. Com os computadores de mesa e notebooks, a velocidade é ainda maior, o que faz com que nosso investimento logo esteja desvalorizado.

O que sempre pergunto é se realmente necessitamos trocar nossos equipamentos eletrônicos, na mesma velocidade do mercado. Certamente não.

A propaganda na mídia digital, TV e jornais é massacrante, fazendo de tudo para que o usuário invista em novos equipamentos. Afinal de contas, os fabricantes necessitam faturar e vender de modo a justificar os novos equipamentos.

Certamente os lançamentos recentes possibilitam novos recursos e facilidades, que poderão nos ajudar, e muito, em nosso dia a dia.

Devemos sim saber o momento certo de trocar nossos equipamentos, frente a uma análise da real necessidade de seu uso.

Eu mesmo planejava trocar meu notebook, atualmente um Dell 5400 “bem equipado” por um novo modelo, os que estão sendo lançados no mercado com a nova geração dos processadores Intel (Segunda Geração).

Outra necessidade, esta imediata, era a quisição de um Tablet, de modo a facilitar meu acesso móvel.

Minha necessidade era um Tablet que pudesse substituir meu Netbook durante minhas saídas (veja o artigo: O Tablet Motorola Xoom – primeiras impressões ).

Optei pelo equipamento da Motorola, lançado recentemente no Brasil, o Xoom. Realizei esta aquisição há 2 semanas.

Pela facilidade do equipamento, seu longo tempo de duração da bateria e facilidade de levá-lo a qualquer local, mesmo quando estou em casa ou no escritório, passei a utilizar bem menos meu notebook, muitas vezes não o ligando durante todo o dia.

Deste modo, a aquisição de um novo notebook passou a não ser mais uma necessidade imediata, até mesmo porque o notebook atual possui a performance necessária para minhas tarefas.

O mesmo ocorre com outros tipos de equipamentos, como por exemplo telefone celular. Usuários do IPhone 3GS, assim do lançamento do novo modelo IPhone 4, imediatamente realizaram a troca do equipamento. Será, realmente, que necessitavam dos novos recursos deste novo modelo? A Apple, por exemplo, costuma lançar um novo modelo de seus equipamentos no intervalo de 1 ano. Os usuários irão trocar seus equipamentos uma vez por ano?

A pergunta que devemos fazer é qual o retorno que teremos em funcionalidade, características, facilidades, etc na aquisição de um novo equipamento. Se realmente chegou a hora da troca, não pense 2 vezes e atualize seus equipamentos.

Na dúvida, espere um pouco para decidir, o mundo não acabará se você não trocar imediatamente seus equipamentos.

(Assine nossos blogs e os receba por e-mail)

……………………………………………………………….
Arnaldo Mefano
Computer Solutions
Professor / Pesquisador Universidade Estácio de Sá
Outras publicações do Mefano:
Boletim de Dicas do Arnaldo Mefano
Blog do Mefano

Siga nosso Twitter
Nosso FaceBook
Nosso LinkEdin

O Tablet Motorola Xoom – Impressões e aplicativos

maio 9, 2011

Dando  continuidade ao artigo anterior, onde coloquei minhas primeiras impressões do Tablet Xoom:

Após uma semana de utilização do  Xoom, aos poucos passei a não depender tanto de meu notebook. As tarefas do dia a dia realizo no Tablet, utilizando então o notebook para tarefas mais completas, onde as facilidades de teclado, capacidade de processamento e outras são requeridas. Já não carrego meu notebook todo o tempo, levando apenas o tablet.

Em alguns dias passei a ligar o notebook apenas suas  atualizações de software. Conforme descreví na matéria de Setembro de 2010 – Ligando o computador periodicamente – uma necessidade , frente as inúmeras atualizações de software constantemente disponibilizadas, deixar o computador desligado por vários dias passou a ser um problema.

Aqui estão alguns aplicativos para Android, que recomendo para os usuários do Xoom ( e outros Tablets).

Vocês notarão que coloquei outros 2 navegadores, já que o navegador padrão do Android 3 (Honeycomb) mostras os sites na forma de visualização móvel (formato próprio), caso o site tenha esta possibilidade. Nos navegadores extra configurei-os para visualização em modo Desktop, garantindo assim a visualização completa dos sites.

Outro recurso que utilizei foi configurar o navegador para só mostrar apresentações em Flash, com minha autorização. Deste modo, diminuo o consumo de bateria e tempo e quantidade de troca de dados, quando a apresentação em Flash não é importante para mim. Geralmente em casos de anúncios publicados nos sites.

Um ponto importante é sempre configurarmos a solicitação de senha para ligar o tablet e também após o descanso de tela.

O tablet não é um celular que, normalmenbte quando não está em uso é guardado no bolso. Estando o tablet configurado para receber automaticamente todos nossos e-mails, acessar nossas redes sociais e outras informações importantes e confidenciais, qualquer esquecimento do tablet sobre uma mesa dará oportunidade para terceiros de ter acesso as estas informações.

Configurei meu equipamento para entrar no modo descanso de tela depois de 1 minuto de inatividade, sempre requrendo a senha para seu retorno.

Os aplicativos que indico abaixo são gratuitos e disponível na loja Android Market  https://market.android.com/. Procure pelos nomes descritos abaixo:

====================================================

Twitter : apesar de ter instalado este aplicativo, acesso o Twitter através do navegador Internet, bem melhor no meu ponto de vista

Facebook: identico ao item Twitter acima

Evernote: aplicativo para backup de dados e informações

DropBox: aplicativo para backup de dados e informações

Pulse: notícias em tempo real

Picasa Tools – visualização de fotos

The Weather Channel: condições do tempo, em tempo real

Docs: o famoso Google Docs

Skype: comunicação

Goggles: referências e marcas

Google Reader: Feed de notícias

Advanced Task Killer: fechar aplicativos que estão abertos

Google Sky Map: estrelas e constelações, bastando posicionar o tablet

Dolphin Browser: um excelente navegador internet

SkyFire: outro excelente navegador Internet

Astro: Gerenciador arquivos e pastas

File Manager HD: Gerenciador de arquivos e pastas

MySettings: Configuração do tablet de modo rápido e fácil

Barcode Scanner: leitor código barras e QR code

ConvertPad: Conversor de unidades

Meebo IM: Mensagens instantâneas

Glympse: sua localização publicada na web

====================================================

Milhares de outros aplicativos estão disponíveis para os usuários do Android, bastando escolher os de sua preferência. Fiquem  atentos aos aplicativos indicados em revistas e sites de informações quase sempre uma boa escolha.

Um ponto que tenho certeza, irão me perguntar: Certamente estas dicas servem para outros Tables que utilizem o mesmo  Sistema Operacional Android.

(Assine nossos blogs e os receba por e-mail)

……………………………………………………………….
Arnaldo Mefano
Computer Solutions
Professor / Pesquisador Universidade Estácio de Sá
Outras publicações do Mefano:
Boletim de Dicas do Arnaldo Mefano
Blog do Mefano

Siga nosso Twitter
Nosso FaceBook
Nosso LinkEdin

O Tablet Motorola Xoom – primeiras impressões

maio 1, 2011

Há longo tempo penso em utilizar um tablet, de modo a substituir meu netbook, um equipamento  ferramenta já um pouco ultrapassado. Quer seja pelo peso, tempo de autonomia de bateria e falta de conexão 3G.

O importante  hora de decidirmos adotar o tablet, é conseguirmos definir nossa real necessidade de utilização.

Como utilizo um Iphone, sei das vantagens dos aplicativos disponibilizados para o IPhone e IPad(Tablet) , que me atendem em parte de minhas necessidades.

Cheguei até a pensar em adquirir um IPad, atualmente o IPad2, porém este não conseguiria substituir meu netbook, no ponto de vista de programas, navegação e outras necessidades.

Com o recente lançamento do tablet Xoom da Motorola, este rodando o sistema operacional Android, passei a segui-lo pela Internet, acompanhando os testes e impressões dos usuários.

Pelas minhas necessidades, o tablet rodando o sistema Android pareceu ser uma das soluções para mim.

Neste fim de semana, adquiri uma unidade e coloco aqui minhas impressões. Não pretendo fazer testes de desempenho, muito menos mostrar os prós e contras, mostrar o produto desmontado ou ensinar como utilizá-lo.

O primeiro impacto foi bom pelas facilidades apresentadas pelo equipamento,  e um pouco confuso pois estamos orientados ao modo de utilização do Windows, sendo o sistema Android, uma outra concepção de sistema.

Em uma tarde de uso eu já estava acostumado com  a nova interface e seu modo de utilização. Com certeza , ao longo do tempo irei descobrindo novidades.

Apesar da disponibilidade de aplicativos na loja Android, milhares deles gratuitos (me acostumei aos aplicativos com a utilização do IPhone) pelo simples fato de navegarmos normalmente pela Web, abrindo sites que utilizam Flash e outros plug-ins, este ponto já mostrou uma ponto de grande vantagem sobre o IPad.

Nos próximos dias irei testar a versão do navegador Firefox para Android, frente ao navegador nativo que faz parte de seu sistema operacional.

Coloquei os aplicativos do Facebook e Twitter, mas logo verifiquei que eles são dispensáveis, já que podemos abrir nossas páginas pelo navegador, de modo idêntico a sua abertura em um computador / notebook. Neste modo temos apresentação mais completa e confortável no ponto de vista de navegação.

O equipamento é extremamente rápido, com processador de 2 núcleos, mas, tal como em um computador de mesa, temos que tomar o cuidado de não nos descuidarmos e instalarmos todos os aplicativos que aparecem em nossa frente.

Ao conectar o Xoom através de cabo USB ao meu notebook, imediatamente este foi reconhecido. Aproveitei para colocar minhas fotos preferidas no tablet.

Através da porta USB, podemos também conectar um meio de armazenamento externo ao Xoom, como por exemplo um pendrive, um HD externo ou outro meio de armazenamento. Um cabo do padrão mini-usb para o USB acompanha o equipamento. Existe também a disponibilidade de conector para utilização de cartão de memória Micro-SD, mas andei lendo que esta versão de sistema operacional ainda não o reconhece. Como não tenho nenhum cartão de memória disponível no momento, realizarei esta verificação nos próximos dias.

O equipamento realmente atendeu minhas espectativas no ponto de vista de recursos e operação. No ponto de vista de proteção física do equipamento, estou com dificuldades de encontrar um case para protegê-lo, já que a própria Motorola Brasil ainda não o disponibiliza (um ponto negativo para a Motorola, que deveria disponibilizar as facilidades para o Xoom, junto com o lançamento do produto). O Xoom não vem acompanhado de capa protetora ou case próprio.

Passei a utilizar o case que protege meu netbook, um quebra galho por enquanto.

(Assine nossos blogs e os receba por e-mail)

……………………………………………………………….
Arnaldo Mefano
Computer Solutions
Professor / Pesquisador Universidade Estácio de Sá
Outras publicações do Mefano:
Boletim de Dicas do Arnaldo Mefano
Blog do Mefano

Siga nosso Twitter
Nosso FaceBook
Nosso LinkEdin

Computador mais rápido: Os Feeds de notícias

abril 24, 2011

Meu notebook, com 1,5 anos de vida, ficou meio lento, principalmente quando ele é ligado e carrega o sistema operacional, no caso o Windows 7 – 64Bit.

Como bom usuário, sempre realizo a eliminação de todo o lixo eletrônico que ao longo do tempo fica armazenado no sistema, bem como outros procedimentos normalmente realizados.

Mesmo assim, notei que em certa hora da carga do sistema, o notebook demorava muito para exibir a tela completa do Windows e carregar todos seus aplicativos.

Certamente desinstalei os programas que não mais utilizo e também aqueles que são carregados automaticamente quando ligamos o sistema. Muitos desses aplicativos carregados automaticamente muitas vezes são de aplicativos não mais utilizados pelo usuário.

Bem, o propósito desta dica não é ensinar como apagar o lixo do sistema e outras tarefas já tão conhecidas de todos os usuários.

Vamos falar dos Feeds de notíciais, facilidade que eu utilizava associada ao meu navegador internet, para ser avisado de atualizações nos sites de meu interesse.

Indo ao gerenciador de sistema, observei que durante a inicialização do computador, um aplicativo é carregado para a verificação da existência de atualizações nos feeds cadastrados.

Este processo e a atualização dos feeds é realizada “DURANTE” a inicialização do sistema, ocupando recursos do sistema e tornando-o mais lento durante a sua fase de carga.

Minha lista de feeds é grande, com mais de 600 itens, o que tornava o sistema bem lento.

A solução que adotei foi a utilização do leitor e gerenciador de feeds do Google. Aqui está um caminho rápido de como proceder:

1) Exporte os feeds utilizando a ferramenta de exportação de seu próprio navegador internet.

2) No Google Reader  (http://www.google.com.br/reader/) utilize seu login do GMail ou crie uma nova conta

3) Importe os Feeds anteriormente exportados para esta sua nova conta do Google Reader

4) Delete todos os feeds cadastrado no seu navegador Internet.

Além da vantagem de tornar o sistema mais rápido, você terá a facilidade de acessar seus feeds de qualquer sistema com acesso Internet e não apenas de seu navegado.

(Assine nossos blogs e os receba por e-mail)

……………………………………………………………….
Arnaldo Mefano
Computer Solutions
Professor / Pesquisador Universidade Estácio de Sá
Outras publicações do Mefano:
Boletim de Dicas do Arnaldo Mefano
Blog do Mefano

Siga nosso Twitter
Nosso FaceBook
Nosso LinkEdin

Porque ter um blog ?

abril 22, 2011

Muitas pessoas me questionam sobre a necessidade de termos ou não um blog para publicação de informações na Internet, se já participamos das redes sociais. Não seriam elas suficientes ?

Utilizo muito as redes sociais, principalmente o Twitter e o Facebook para me manter atualizado e trocar informações com outros usuários.

Costumo dizer que o Twitter é um ótimo local para nos mantermos atualizados sobre o que acontece em nossa volta e no mundo. Recebo informações sobre tudo o que está ocorrendo, notícias, novidades em função dos Twitters dos quais sou seguidor.

Já o Facebook, utilizo para manter contato com amigos e outros usuários e trocar informações sobre os mais diversos assuntos.

Pela limitação do Twitter e do Facebbok, não podemos publicar uma matéria completa sobre um determinado assunto, primeiro pela limitações do Twitter dos 140caracteres e no Facebbok por não ser este seu propósito. Também não teremos as facilidades de edição e publicaçõa de textos e imagens.

Através do uso do Blog, podemos facilmente publicar artigos, matérias ou até mesmo publicarmos um site na Internet, de modo fácil e sem complicações, sem a necessidade de conhecermos linguagem de programação e outras ferramentas. O custo? Zero se utilizarmos a  facilidade de publicação no próprio domínio do blog (como é o caso deste artigo).

Minha ferramente predileta de publicação de Blog é o WordPress (http://wordpress.com) com a facilidade de seleção do idioma Português.

O aprendizado é rápido e fácil, já que este aplicativo tem uma interface muito amigável com o usuário.

Ferramentas importantes para quem publica informações na web são também disponibilizadas, onde podemos verificar a estatística de acesso ao nosso blog e diversas outras informações. De que vale publicarmos informações na Internet se não soubermos se as mesmas estão tendo aceitação e sendo acessadas pelo nosso público alvo?

A necessidade de termos um site dedicado e orientado para as nossas necessidades passou a não ser a melhor solução em muitos dos casos, sendo facilmente substituido por um blog.

Pequenas empresas, profissionais liberais, prestadores de serviços encontraram nesta ferramenta a solução para seus problemas, sem a necessidade de contratação de serviços de desenvolvimento e outros muitas vezes necessários para a publicação e gerenciamento de um website.

No blog, você mesmo poderá gerenciar todos os recursos e ferramentas de modo fácil de direto, sem a necessidade de conhecimentos específicos ou avançados sobre o assunto.

E então, o que você está esperando para criar e publicar seu blog?

(Assine nossos blogs e os receba por e-mail)

……………………………………………………………….
Arnaldo Mefano
Computer Solutions
Professor / Pesquisador Universidade Estácio de Sá
Outras publicações do Mefano:
Boletim de Dicas do Arnaldo Mefano
Blog do Mefano

Siga nosso Twitter
Nosso FaceBook
Nosso LinkEdin

Corte de energia, variações e picos na rede elétrica: Como proteger seus equipamentos?

fevereiro 27, 2011

Muitos usuários acreditam que devem proteger seus equipamentos apenas para os momentos de falta de energia elétrica, esquecendo que outros problemas na própria rede elétrica poderá danificar seus equipamentos.

O grande problema, quando ocorrem os cortes de energia, é a possibilidade de termos aquivos ou programas corrompidos / danificados em nosso computador.

Se algum arquivo ou programa estiver sendo processado ou atualizado neste momento, a operação será interrompida bruscamente, e o equipamento desligado. Informações que estejam em memória de trabalho e ainda não armazenadas nos meios de armazenamento permanente serão perdidas.

A volta da energia poderá ser um grande problema, pois muitas vezes, neste momento fortes oscilações ocorrem, onde picos e sobretensões poderão também estar presente. Este sim será um momento de grande risco ao equipamento, podendo danificar componentes, placas e outras partes.

Mesmo quando não temos a ocorrência de interrupção de energia, a rede elétrica poderá apresentar problemas (cada vez mais constantes nos dias de hoje) tais como fornecimento de tensão muito abaixo ou acima de seu valor nominal esperado, variações rápidas, de curta duração e imperceptíveis a nós, porém com grande potencial de destruição para nossos equipamentos, cada vez mais equipados com componentes sensíveis.

Neste momento a utilização de equipamento  de proteção apropriado será de extrema importância.

Nesta classe de proteção podemos identificar 3 tipos básicos de equipamentos: o filtro de linha, o estabilizador e o no-break.

————————————————————————–

Filtro de Linha:

Tipo de proteção: Surto, Pico de Energia, Ruído

(Surto: Um curto aumento de voltagem durando pelo menos 1/120 de um segundo. Aparelhos de ar condicionados, equipamentos elétricos e outros podem causar o Surto. Quando o equipamento é desligado, a voltagem extra é dissipada pela linha de energia elétrica) .

Protege os equipamentos contra surtos e picos de energia, e alguns modelos também estão preparados para a filtragem de ruídos elétricos.

Atenção: não confunda este dispositivo com as réguas de tomadas de baixo custo encontradas em abundância no mercado.

Estabilizadores:

Tipo de proteção: Subtensões, Sobretensões, Surtos, Pico de Energia, Ruídos

Regula a tensão de entrada. É essencial que incorpore as funções de um filtro de linha para a proteção do hardware.

No-Break

Tipo de proteção: Subtensões, Sobretensões, Surto, Pico de energia, Ruído, Black-out.

Realiza a proteção do hardware, dos dados e dos dispositivos do sistema.

A principal função do No-Break é garantir, no caso de interrupção do fornecimento da energia elétrica, o funcionamento do computador ou de qualquer outro dispositivo a ele conectado com um tempo de funcionamento extra para que o usuário salve seus trabalhos e faça o desligamento seguro e correto do sistema.

No-Breaks de qualidade já incorporam as funções de filtro de linha, garantindo a integridade dos equipamentos a ele conectados, possuindo também programas de gerenciamento para quando da falta da energia elétrica.

————————————————————————–

Para uma efetiva proteção dos equipamentos, sempre recomendo o uso do no-break.

Além de proteger os equipamentos quanto aos problemas de falta de energia, nos momentos de perigos, quando por exemplo um pico de tensão se tornar presente, o no-break por um breve instante passará a alimentar seus equipamentos através de suas baterias internas. A alimentação normal pela rede elétrica será restabelicida assim que o perigo estiver passado.

“Este é o motivo porque eu não utilizo Estabilizadores em minhas instalações”.

O estabilizador, por não possuir baterias internas, não poderá interromper o fornecimento da energia elétrica da rede distribuidora, fornecendo alimentação através das baterias.

Para estes casos, considerando estabilizadores de alta qualidade, teremos a interrupção do fornecimento de energia, desligando de forma brusca nossos equipamentos.

Mencionei os estabilizadores de alta qualidade, pois um estabilizador de baixa qualidade poderá não detetar  o problema a tempo, deixando este passar e danificar o equipamento por ele protegido.

Na Computer Solutions, recebo quande número de computadores para reparo,a grande maioria com problemas causados pela rede elétrica, apesar do usuário estar utilizando um estabilizador.

Quando falamos de no-break, a atenção a qualidade do equipamento deverá ser nossa primeira preocupação.

Vou utilizar como exemplo dois modelos de no-breaks do fabricante NHS (empresa onde também somos Revenda Autorizada) ambos na faixa de 1400VA / 1500VA de potência.

Como selecionar  o no-break apropriado para nossas necessidades?

Bem, como primeiro passo devemos identificar quais equipamentos serão a ele ligados e qual será o consumo total destes equipamentos.

Existem vários tipos de no-breaks (interativos, on-line e outros) cada um indicado para um tipo de utilização. (veja nosso artigo: Problemas de Energia Elétrica)

No-Breaks de diversas capacidade estão também disponíveis. Conhecendo  o consumo total dos equipamentos que serão ligados ao no-break, será fácil definir sua capacidade.

Agora vamos definir se necessitamos apenas de proteção e pequeno tempo de autonomia (apenas necessário ao desligamento dos equipamentos), ou se necessitaremos de algum tempo de autonomia, de modo a podermos continuar nosso trabalho mesmo durante o tempo da falta de energia.

O tempo de autonomia do no-break será definido pelo tipo e capacidade das baterias utilizadas em seu interior.

Vamos mencionar 2 exemplos: o No-Break NHS Compact Plus 1500 e o NHS PDV 1400S (ambos os equipamentos estão em nosso site http://www.csolutions.com.br/produtos/precos/pnobreak.htm)

Caracterísiticas técnicas: NHS Compact Plus III 1500  –  NHS PDV 1400S

O NHS Compact Plus 1500 utiliza 2 baterias de 9Ah de capacidade, enquanto que o NHS PDV 1400S utiliza 2 baterias de 18Ah de capacidade.

Considerando que ligaremos um computador de uso pessoal com monitor LCD e  modem banda larga ao no-break (consumo aproximado de 200Watts) , teremos o tempo de autonomia (aproximado) de 20 minutos do Compact Plus 1500 e de 1 hora e 10 minutos com a utilização do NHS PDV 1400S.

A utilização de equipamentos de proteção contra problemas na rede elétrica é de primordial importância, principalmente nos dias de hoje, onde passamos por problemas de cortes de energia frequentes, variações a todo momento.

Os jornais tem dados especial importância para a divulgação destes problemas, ocorrendo atualmente nas grandes e pequenas cidades.

Hoje mesmo, um artigo no Jornal O Globo (27-02-2011) com título “Depois do Apagão, o verão da oscilação” que recomendo a leitura, abordou este assunto.

 [tweetmeme source=”arnaldorj”]

(Assine nossos blogs e os receba por e-mail)

……………………………………………………………….
Arnaldo Mefano
Computer Solutions
Professor / Pesquisador Universidade Estácio de Sá
 
Outras publicações do Mefano:
 
Boletim de Dicas do Arnaldo Mefano
Blog do Mefano

Siga nosso Twitter
Nosso FaceBook
Nosso LinkEdin